Verão 2019 em Palmital e Região é o mais intenso dos últimos anos, confira as dicas para cuidar de sua saúde:

27/04/2016

Ainda que nosso sonho seja mostrar uma pele bronzeada, é fundamental seguir os conselhos dos dermatologistas para proteger a pele do sol e assim evitar riscos desnecessários.

Os raios ultravioletas podem nos causar queimaduras e diversos problemas na pe

le que podem derivar em um câncer de pele. Por isso, hoje te convidamos a descobrir alguns conselhos dos dermatologistas para se proteger do sol que, certamente, serão de grande ajuda.

Ainda que seja importante seguir estes conselhos dos dermatologistas para se proteger do sol, também ressaltamos a necessidade de visitar este especialista, pelo menos, uma vez por ano. Será fundamental, principalmente, se sua pele for branca, com muitas pintas ou se apareceu alguma nova.

A pele tem memória e, ainda que agora você se proteja bem do sol, pode ser que no passado não o tenha feito e em qualquer momento pode surgir uma pinta que se transforma em um melanoma. Vigiar a pele pode ajudar a detectar qualquer problema antes de que este piore.

Outra grande preocupação no verão são as enfermidades como dengue, chikungunya, zika e febre amarela, transmitidas por mosquitos vetores.

Só para se ter uma ideia, de acordo com um dado publicado no The Lancet Countdown, a capacidade de transmissão do vírus da dengue global em 2016, levando em conta que ela é influ

enciada por umidade, chuva e temperatura, foi a mais alta já registrada: subiu 9,1% para o Aedes aegypti e 11,1% para o Aedes albopictus (tipo silvestre) em relação ao ano anterior.

"Os mosquitos vetores gostam do calor. Quanto mais quente, melhor para eles", diz Enrique Barros, médico de família e também membro da SBMFC. "E não só isso. As questões ecológicas (urbanização desordenada, falta de saneamento e desmatamento) também estão totalmente relacionadas a este problema", complementa.

Embora o relatório da Lancet não cite especificamente os problemas vasculares como consequência do aumento das temperaturas no mundo, eles são muito verificados no Brasil, de acordo com Breno Caiafa, presidente da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular do Rio de Janeiro (SBACV-RJ).

"Como o calor provoca vasodilatação, há sobrecarga da circulação, principalmente nas pessoas que já possuem histórico de varizes, trombose e insuficiência venosa. Isso pode causar edemas (inchaços) nas pernas, devido ao acúmulo de líquido fora dos vasos, bem como dores, sensação de peso, ardência e coceiras", relata o médico.

As altas temperaturas ainda aumentam o risco de alergias e erisipela, infecção na derme e no tecido subcutâneo, ocasionada pela proliferação de bactérias e que pode provocar alterações dos vasos linfáticos (vasos auxiliares na drenagem dos membros inferiores).

Nesta época, Caiafa indica o reforço dos hábitos saudáveis, o 

que inclui alimentação equilibrada e, de preferência, com pouco sal, boa hidratação, praticar atividade física regularmente, não ficar longos períodos na mesma posição, fazer massagem e drenagem linfática, não usar roupas muito apertadas e evitar o consumo de álcool.

"Quem tem problema vascular também precisa procurar o cirurgião vascular ou o angiologista no verão para mais orientações e regulação dos medicamentos", complementa o especialista - o mesmo vale para os hipertensos, já que na estação mais quente do ano é comum haver queda da pressão arterial.

Abrão Cury, cardiologista e clínico geral do HCor (Hospital do Coração), de São Paulo, orienta que as pessoas fiquem mais atentas à alimentação nos dias de calor intenso, pois as altas temperaturas favorecem a proliferação de bactérias em certos itens, como maionese, molhos, condimentos e frutos do mar, aumentando o risco de contaminação.

O importante, então, é assegure-se da procedência e da qualidade do que será consumido, armazenar os produtos corretamente e descartar os que estiverem com aspecto ou cheiro estranho, em especial na praia.

Mais uma preocupação que vem com os dias quentes é o câncer de pele, doença que, pelos dados da Sociedade Brasileira de Dermatologia, representa um terço de todos os diagnósticos de câncer no Brasil.

"O verão é o período de maior intensidade dos raios ultravioletas, tornando a exposição solar mais perigosa, especialmente para as pessoas de pele clara. Claro que se for algo pontual

Cury informa que a melhor forma de se proteger é com exposição solar moderada, evitando os horários das 10h às 16h, e uso de filtro solar adequado, com alto fator de proteção, ressaltando que é fundamental seguir as especificações dos fabricantes e reaplicar nos prazos indicados. não há tanto problema, mas, quando se torna frequente, as chances aumentam bastante", afirma.

Fonte:BBC News

Transporte coletivo urbano passa a ter Wi-Fi gratuito em Assis-SP

27/04/2016

Os usuários do transporte coletivo urbano de Assis já podem acessar a internet gratuitamente, pois os veículos já estão dotados da tecnologia Wi-Fi. Uma das vantagens é que a conexão é própria e o usuário do transporte, durante o percurso no coletivo, poderá usar a internet gratuitamente sem consumir seu pacote de dados. Além do conforto e do benefício, a tecnologia Wi-Fi também será utilizada no gerenciamento de bilhetagem que será implantado em até 90 dias. E o Wi-Fi ainda terá outras utilidades tecnológicas. Para se conectar o munícipe faz um cadastro simples acompanhando o explicativo existente no interior do ônibus. É necessário fazer o cadastro apenas uma vez, após isso a conexão é feita automaticamente.

O sistema já está em funcionamento.

Aplicativos


 Locutor no Ar

MICHEL COSTA

SÓ SUCESSOS TRIBUNA PALMITAL

Peça Sua Música

Name:
E-mail:
Seu Pedido:


Top 5

01.

Padre Zezinho

02.

Padre Marcelo Rossi

03.

Banda Rosa de Saron

04.

Thiago Brado

05.

Tony Allysson

Anunciantes